Portal do Governo Brasileiro

Nível: Mestrado e Doutorado

Conceito CAPES: 4

Número de Vagas: variável

Público Alvo: diplomados em Meteorologia, Física, Engenharia, Matemática, Química, Agronomia, Oceanografia e áreas afins.


Histórico e contextualização do programa

Partindo do Programa de Graduação em Meteorologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), inaugurado em 2005, e do já consolidado Grupo de Física da Atmosfera do Departamento de Física da mesma universidade, o Programa de Pós-Graduação em Meteorologia da UFSM (PPGMET-UFSM) teve início no ano de 2008 com o nível de Mestrado e um Corpo Docente consistindo de 8 integrantes. Com o contínuo crescimento dos Corpos Docente e Discente e do número de trabalhos de Mestrado concluídos, foi aprovada ao final de 2012 a criação do curso de Doutorado do PPGMET-UFSM, com os primeiros alunos ingressando no ano letivo de 2013. O curso de Doutorado em Meteorologia é pioneiro no sul do Brasil e até março de 2016 continua sendo o único desta região.

Até o início do ano letivo de 2016 o PPGMET-UFSM formou 40 Mestres em Meteorologia, e conta atualmente (junho de 2016) com 37 alunos, dos quais 22 são de Doutorado. O Corpo Docente atual é formado por 15 membros permanentes e mais 2 colaboradores, dos quais 8 são pesquisadores CNPq.

O notável crescimento do Corpo Docente nos 8 anos de existência do PPGMET-UFSM evidencia a consolidação do programa e a ampliação das áreas de conhecimento dos perfis dos egressos, incluindo-se micrometeorologia, interação superfície-atmosfera, hidrometeorologia, agrometeorologia, climatologia física e estatística, meteorologia sinótica, meteorologia de mesoescala, química da atmosfera, poluição atmosférica, instrumentação meteorológica, interação oceano-atmosfera, e modelagem numérica da atmosfera.